Eu tinha 10 anos e comecei a treinar com ele, um cara rígido, com um coração enorme, que me ensinou a ser grupo, que me desenvolveu como pessoa, que me inspirou a seguir carreira como técnica. Aprendi que o caminho nunca será fácil, mas que ele pode ser lindo com conquistas diárias, sorrisos de contentamento por cestas feitas e evolução constante.

Eu tinha 12 anos e assistia as aulas de História, ficava vislumbrada com aquela mulher, aquela professora que fazia os olhos brilharem com seu embasamento sobre o assunto e suas unhas lindas. Aprendi que temos que passar conhecimento e ao mesmo tempo, sermos vaidosos.

Eu tinha 13 anos quando ficava das 7 da manhã (até a hora que me mandassem embora) na quadra, jogando, aprendendo, ajudando, uma das professoras que mais me inspirou na vida, acho que ela tinha pilha duracell, sempre com um sorriso lindo no rosto. Aprendi que nosso dia pode ter 84 horas e mesmo assim, nossos alunos devem ser recebidos com todo o amor do mundo.

Eu tinha 15 anos, quando entrei no Colegial e comecei a ler diversos livros, até ter um professor de Filosofia que dizia que eu tinha que cuidar da minha leitura para que não me “Perdesse”, não entendi muito bem, mas fiz o que ele disse. Aprendi que muitas vezes os professores passam mensagens nas entrelinhas e que se formos espertos vamos conseguir ler, porque sempre será para o nosso bem.

Eu tinha 28 anos, quando tive meu primeiro contato fenomenológico, uma lousa cheia, um professor que falava mais de mil assuntos ao mesmo tempo; ele demonstrava amor através de seus passos infinitos em sala. Aprendi que podemos ser polivalentes na vida e que conhecimento tem que ser compartilhado (não importa sobre o que).

Eu tinha, 29 anos quando o conheci… Um professor sério, que me ensinou a SER, que me deu muita porrada, que tirou o melhor de mim, que me mostrou que a vida bate, mas se estivermos prontos para apanhar, vamos longe. Aprendi que professor também tira a gente da zona de conforto, que tira sempre o melhor de nós, mesmo que doa.

Eu tenho 33 anos e a cada dia aprendo mais e mais com ele, com seu jeito tinhoso, com seu carinho em dar livros, com seu modo de desenvolver minha parte acadêmica. Aprendi que sempre podemos somar na vida de alguém, que sempre teremos algo a oferecer e que se formos sagazes, também vamos receber algo muito valioso de volta: o respeito.

Citei alguns, dos muitos que passaram pela minha vida, esses que me transformaram com cada gesto, cada carinho, cada palavra dita e não dita. Então saiba que mesmo não percebendo, você professor, faz a diferença na vida de alguém.

Você que acha que só uma aula, não esqueça que você dá atenção, doa conhecimento, demonstra amor. E hoje, espero que receba tudo isso em dobro, porque se não fosse por você, o mundo não seria mundo!

Parabéns por ser alguém que todos os dias tem o poder de transformar. Transformar o seu mundo e principalmente os que felizmente convivem com você.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.