As finais da temporada 2011/12 da NBA reservaram um duelo interessante, de um lado o Big 3 do Miami Heat, do outro o Thunder Trio de Oklahoma, sem dúvidas serão finais muito interessantes.

A empolgação dessa série fez valer os jogos perdidos e para os investidores o dinheiro perdido devido ao Lockout, continuando o que podemos chamar de série de posts, hoje a redação do Área decidiu trazer um Raio-X dos Trios das duas equipes.

NBA Finals: Trio do Thunder x Trio do heat

O Miami Heat tem o trio que todo técnico queria ter em seu time e também todo investidor, o Big 3 do Heat Formado por LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh.

O trio do Oklahoma City Thunder, meio que não existe, por mais que os três jogadores executem papéis de destaque, muitas vezes James Harden executa uma função de sexto-homem. Mas mesmo assim não existem dúvidas de que os três jogadores são os que mais aparecem, o Thunder Trio é formado então por Kevin Durant, Russell Westbrook e James Harden.

Miami Heat Big 3

Temos então o MVP da temporada, um veterano Campeão e o Antigo destaque de Toronto, o Trio é formado por um Ala ou posição 3, o armador ou posição 1, e o ala-pivô/ala de força ou posição 4. Respectivamente LeBron, Wade e Bosh.

Vamos começar falando então do Chris Bosh, que teoricamente é o que tem menor peso na equipe, mas porque teoricamente?!

Porque um é o MVP, o outro já foi Campeão pelo próprio Heat e o Bosh é “só” o Bosh, certo? Errado!

Ele é o que traz o equilíbrio para a equipe, para não dizer que ele traz o que falta para o trio e o time do Miami, como o Blog Bala na Cesta expôs, os números da franquia com o Bosh são 48-16 e sem ele, 10-10.

Chris Bosh veio do Toronto Raptors e lá podíamos dizer analisando as estatísticas que ele era um dos destaques da franquia.
Na ultima temporada dele no Toronto Raptors ele teve média de 24 pontos por jogo e 36 minutos por jogo, sem falar a média de rebotes que é de 10.8.

No Heat suas médias diminuíram um pouco, com exceção dos minutos por jogo, que se praticamente as mesmas, mas temos que levar em consideração que no Heat ele está jogando junto com o Wade e o LeBron, certo!?

Se compararmos suas médias com a de outros jogadores nos playoffs?!

Vamos pegar então os números do Mario Chalmers, Shane Battier e Mike Miller, que são jogadores também importantes e que jogaram as 19 partidas disputadas nos playoffs.

Nenhum deles tem médias de pontos maiores que as do Bosh, o que chegou mais perto foi o Chalmers que tem 11.6. O Chalmers também tem média de assistências melhores que do Bosh com 4.0 e o Bosh 0.70

Tudo bem que o Mario Chalmers e Shane Battier tem mais minutos em quadra do que o Bosh, 35.4 e 32.8 respectivamente contra 29.0 do Chris Bosh. Mas como disse os 3 jogaram os 19 jogos enquanto o Bosh jogou apenas 10, ou seja eles tiveram então mais chance de minutos em quadra e mesmo assim as médias não são melhores do que a do Bosh que é um jogador importante e fez falta nos jogos que esteve fora devido lesão.

O Campeão em 2006, quando fez dupla com o Shaquille O’Neal, vamos falar então dos números do Dwyane Wade.

Prata da casa o único do trio que veio do Draft e defende o Miami Heat desde então, curiosamente sua melhor temporada não foi a do título mas sim a temporada a de 2008/09.

Com 38.6 minutos em quadra e médias de 30.2 pontos por partida, mas no ano do título suas médias eram parecidas ou melhor com exceção dos pontos por partida que eram de 27.2.

Porém nessa temporada o Wade tem médias caindo em comparação a outros anos, por exemplo pontos por partida é sua segunda pior média com 22.1 só ganhando do ano de estreia que foi de 16.2. Os outros índices estatísticos se mantém na média da carreira do atleta que tem 8 anos de NBA.

Ainda com as médias caindo ele é o segundo melhor jogador da franquia e tem papel importante dentro das estratégias montadas, sem contar que esse ano o Heat tem o LeBron mais constante do que na temporada passada.

Falamos então dele o MVP da temporada LeBron James, em sua segunda temporada no Heat, segunda final da NBA. Pode-se dizer que esse é um recomeço para o LB.

Suas médias de pontos, Bloqueios, Roubos e Rebotes melhoraram em comparação a primeira temporada, ele que nessa temporada com média de 27.1 pontos por partida, tem se mostrado mais constante e chamando a responsabilidade mais vezes do que na temporada passada.

A média de pontos por partida do James aumenta nos Playoffs foi para 30.7, da mesma forma que minutos por jogo que na temporada toda tem média de 37.2 nos playoffs foi para 42.6 e o total de rebotes aumentou para 9.6 média que era de 7.9 na temporada toda e roubos que aumentou de 1.8 para 2.05.

As outras médias se mantém próximas ou parecidas, isso me lembra as finais da temporada passada, em que algum jornalista perguntou porque ele estava sumido nas finais porque ele nem aparecia na estatísticas gerais, ele simplesmente respondeu que estava preocupado com outros fatores do jogo.

Essa temporada ele está preocupado com outros fatores e os pontos por jogo, só devemos esperar para dizer se isso ira ser mantido.

Leia mais sobre a NBA aqui!

Oklahoma City Thunder e o Thunder Trio

A muito o jeito de jogar e a composição me lembra o Lakers de Kobe e Shaq. Mas aqui eles me parecem mais unidos (não é muito difícil), mas como assim lembram Kobe e Shaq? Não faz sentido, ou faz?

É complicado, mas talvez faça sentido pelo sentido figurado da coisa, por eles se completarem e a empolgação que passam na TV ou será que você não se empolga ao ver esse time em quadra? Mas a referência real do OKC ao Lakers, é a forma como o time se completa, apesar das estrelas o time ainda joga como um time.

Na mesma ordem o Thunder tem um ala ou posição 3, Armador ou posição 1 e um ala-armador ou posição 2, esse trio que é formado pelo cestinha da temporada, um cara de cara limpa e outro barbudo. Sim não tem muito o que falar do trio, em que o mais velho tem 23 anos de idade e 4 anos de atleta profissional.

Mas vamos começar falando do Barbudo James Harden.

Em sua terceira temporada na NBA, sua média de ponto na temporada praticamente dobrou, no primeiro ano era de 9.9 agora é de 16.8.

Para ficar mais fácil de entender as médias dele que “pioraram”, tem baixa de 0.1, não tem muito o que falar do Harden, que tem se mostrado muito importante para a franquia.

Falaremos então do Russell Westbrook, que está em sua quarta temporada na NBA.

É outro que tem melhorado e muito seus médias desde sua temporada de estreia, na primeira temporada tinha média de 15,3 pontos por partida em 32,5 minutos por jogo, agora a média de pontos foi para 23,6 enquanto a de minutos 35,3.

Westbrook é o segundo cestinha da franquia nos playoffs com 22,1 pontos por partida, sendo que ainda tem médias maiores que 5,0 em assistências e roubadas de bola.

Agora chegamos ao jogador que tem arrancado gritos dos fãs de basquetebol, só poderia ser o Kevin Durant.

Ele que é o cestinha da franquia e também da temporada, é impossível não dizer que ele tem melhorado jogo a jogo, ele está em sua quinta temporada está na franquia desde que ela era Seatle Supersonics.

Tem sua média de pontos nessa temporada de 28,0, mas essa não é sua melhor média de pontos a melhor foi na temporada 2009/10 em que teve 30,1 mas temos uma melhora em rebotes e assistências que agora são de 8,0 e 3,5 respectivamente.

Nos playoffs ele tem média de minutos de 41,9 e 28,3 pontos por partida.

O que diferencia um trio do outro na verdade é a experiência e que o Thunder Trio é prata da casa, os três vieram do Draft enquanto só o Wade foi Draftado pelo Heat.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Fiquem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.