Toda semana eu faço a mesma coisa: não falto nos treinos, treino firme, ajudo meus colegas, respeito a indicação dos meus técnicos porque quero dar o meu melhor no jogo.

Essa rotina faz parte da minha vida. Gosto de pensar que tenho histórias pra contar.

Hoje foi meu jogo, um dos mais importantes da minha vida. Jogamos bem, demos o nosso melhor. Ganhamos, pulamos, vibramos como se não houvesse amanhã!

Olhei pro lado e não tinha ninguém na arquibancada torcendo por mim. Todos os meus amigos saíram e foram abraçar as pessoas que planejaram estar com eles nesse dia tão importante.

Eram fotos pra lá, vídeos pra cá e eu olhando de longe, pensando como deve ser boa a vida de quem tem alguém pra compartilhar os momentos importantes.

O jogo não é só um jogo, ele carrega competências e habilidades que são demonstradas a cada minuto. Uma cesta feita é a possível realização de um sonho, um passe perfeito é motivo de comemoração. Um apito final com a vitória para o nosso time, é o ápice da felicidade.

Mas não tinha ninguém ali, não tinha foto, não tinha choro, não tinha realização compartilhada. Não tinha registro além grito solitário de Campeão que ficou na minha memória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.