O Mogi das Cruzes/Helbor fez mais uma bela partida contra o Bauru, mas não conseguiu vencer o quinto e decisivo jogo das semifinais, perdendo a série por 3 a 2. O resultado da partida foi 77 a 65 e, com isso, os mogianos encerraram sua participação no NBB7, com o aplauso dos cerca de 50 torcedores mogianos que viajaram 400 quilômetros até o Ginásio Panela de Pressão para empurrar o time.

Os destaques do Mogi das Cruzes/Helbor foram o pivô Paulão Prestes, com 14 pontos e cinco rebotes, o ala-pivô Tyrone, com 11 pontos e cinco rebotes, e o pivô Gerson, com 10 pontos e seis rebotes.

O armador Alexandre resume bem o histórico da temporada e o sentimento do time neste moment.

“Nosso sentimento é de dever cumprido. Conseguimos o objetivo da equipe que era manter o time entre os quatro melhores do Brasil. Nós lutamos até o final e devemos ter orgulho, independente do placar de hoje.  O Bauru investiu muito neste campeonato para participar da final e nós fomos e somos guerreiros.”

Tyrone parabenizou a equipe bauruense e disse que agora o foco é na próxima temporada.

“Fizemos uma boa série, só faltou nós ganharmos, mas o Bauru está de parabéns. Agora temos que pensar na próxima temporada.”

O técnico Paco García também salienta o mérito de Bauru nestes playoffs.

“Temos que dar parabéns para Bauru. Foi um playoff fantástico, muito disputado e muito bom, mas eles ganharam o quinto jogo. Na metade no terceiro quarto eles mataram algumas bolas importantes que trouxeram esse resultado.”

 

O jogo
O jogo começou com o Bauru abrindo 4 a 0 sobre o Mogi das Cruzes/Helbor, mas os mogianos reagiram rapidamente, equilibrando a partida. Ao final do período, o time de Paco García abriu cinco pontos de vantagem, mas o quarto terminou com dois pontos à frente apenas: 15 a 17 para o Mogi das Cruzes/Helbor.
Depois de conseguir abrir sete pontos sobre o Bauru durante o segundo quarto, a equipe da casa aproveitou alguns erros do Mogi das Cruzes/Helbor, encostou no placar e virou o jogo, fechando o quarto em 19 a 11 e o primeiro tempo em 34 a 28.

O Mogi das Cruzes/Helbor conseguiu virar mais uma vez no terceiro quarto, mas não conseguiu segurar o Bauru, que fechou o período ganhando por 16 a 15. No placar total, 50 para os bauruenses a 43.
O último quarto foi positivo para o Bauru, que fechou o período em 27 a 22 e venceu o jogo decisivo das semifinais.

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.