Todo Mês o Área Restritiva traz as datas históricas do Basquete Brasileiro

Com um compromisso muito grande com o Basquetebol Brasileiro, o Área Restritiva traz mensalmente as datas importantes e acontecimentos a cerca do Basquete Nacional, começando então com o que aconteceu em Março na história do Basquetebol.

Março de 1953

Mês do Primeiro Campeonato Mundial de Basquetebol Feminino. A competição aconteceu no Chile e foi organizado pela FIBA, sendo realizado entre os dias 07 e 22 de Março.

Participaram dessa edição somente 10 Seleções, por ter acontecido cinco anos após a Segunda Guerra Mundial, somente duas seleções europeias participaram da competição.
As seleções a participarem da competição foram: Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru, França e Suíça.

O Podium da competição foi composto por Estados Unidos, Chile e França.

8 de Março de 1953

Estreia da Seleção Brasileira Feminina Adulta de Basquete. A equipe dirigida por Mário Amâncio Duarte, estreou com vitória sobre a Seleção de Cuba por 50 × 31, porém terminou a competição em quarto lugar. Essa edição do Mundial aconteceu no Chile.
O elenco do selecionado nacional feminino era: Aglae, Anésia, Ivone, Maria Aparecida Ferrari, Martha Helga, Nívea Figueiredo, Noêmia Assumpção, Wanda Lima, Coca, Nair Kanawati, Marly Gama e Cida Cardoso.

Datas Importantes do Basquete Brasileiro em MarçoA campanha das nossas guerreiras foi:

Brasil 50 x 31 Cuba
Brasil 40 x 36 Argentina
Brasil 37 x 49 França
Brasil 29 x 23 Estados Unidos
Brasil 37 x 41 Chile
Brasil 40 x 37 Paraguai

Hoje dia Internacional da Mulher completa 63 anos da primeira vitória da Seleção Brasileira Feminina de Basquete em uma competição Mundial, sendo esse também o primeiro Campeonato Mundial de Basquete Feminino.

Parabéns as mulheres, parabéns ao basquete feminino e parabéns a todas as nossas guerreiras que brigam por mais espaço não só no basquetebol mundial, mas também em todo o nosso cotidiano.

Aproveito a oportunidade e deixo aqui um texto escrito pela Advogada Aline Candia Tibério, sobre o dia Internacional da Mulher.

“Hoje é dia da mulher, e não tenho nada contra ganhar flores, desde que as pessoas que as entregue tenham consciência da origem desse dia. Tenha consciência de quão longe estamos da igualdade de gênero. Espero que quem entregue flores hoje a uma mulher não faça a mãe ou esposa de empregada, não subestime colegas de trabalho em razão do gênero, não assedie mulheres na rua, não atrase a pensão dos filhos… enfim espero que essas rosas sejam um compromisso de melhora da própria conduta e não pura demagogia”.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

1 Comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.