A NBA vem implementando mudanças e cuidados para o exercício da arbitragem

Desde o início da pandemia e da bolha de Orlando, a NBA traça ações e recomendações para que os árbitros exerçam sua atividade da maneira mais segura possível. A experiência do final da última temporada, realizada em um ambiente confinado, certamente traçará as linhas das recomendações para o novo período de jogos que se inicia oficialmente em 22 de dezembro. Na última quarta, dia 02, 48 atletas testaram positivo para o Covid-19, durante exames feitos para o início dos treinos coletivos.  

Algumas mudanças podem ter passado despercebidas para os fãs, porém são muito interessantes. Começando pelo apito, fabricado pela Fox 40, a principal ferramenta dos árbitros. Ele, assim como o de muitos esportes profissionais como NFL e NHL, é calibrado através de uma tecnologia de radiotransmissão para que, ao ser soprado, pare imediatamente o cronômetro do jogo. 

Para a bolha os apitos receberam na base um saco de um tecido reutilizável e lavável. Através de um fecho com velcro ele adere ao objeto e impede que gotas de saliva se espalhem pelo ar, mantendo-se colado ao apito tanto se ele está pendurado no pescoço do profissional ou em suas mãos. 

Os árbitros também estão sujeitos a problemas com o covid-19
O árbitro Scott Wall utiliza o apito adaptado à pandemia durante a bolha de Orlando. Foto: USA Today.

Alguns árbitros encararam a novidade com uma desconfiança inicial, mas depois admitiram que o saco não atrapalhou em seu desempenho. Zach Zarba, com 16 anos de profissão, disse que “você não encontrará nenhum árbitro que esteja reclamando de ter voltado ao trabalho ou de estar seguindo as orientações, pois a saúde e segurança vêm disso. E se isso faz com que as pessoas estejam mais seguras, é algo que você nem vai lembrar que está usando”.

O veterano e Vice-Presidente de Desenvolvimento de Árbitros da NBA, Monty McCutchen, relata que situações como as do passado não acontecerão mais, como uma em que o apito saiu diretamente de sua boca e foi parar dentro do copo de um torcedor da primeira fila.

Quer saber mais sobre as regras de arbitragem e os árbitros da NBA?

A NBA, até a data de fechamento da coluna, ainda não havia divulgado os padrões de cuidados direcionados aos árbitros para a temporada 2020/21, porém a orientação de extrema segurança continuará a mesma. Os profissionais, assim como jogadores e corpo técnico, serão testados frequentemente para o coronavírus. 

Mas o tema do Covid-19 para um profissional em específico não termina apenas em quadra. Mark Lindsay, que em dezembro seguirá para sua temporada número 14, tem familiaridade com o assunto dentro de seu lar. Sua esposa, Renata Burigatto, é uma médica da linha de frente do combate ao vírus no hospital Penn Medicine’s Chester County, na Pensilvânia. 

Mark Lindsay, conhece de perto os cuidados para previnir o coronavírus
Mark Lindsay em ação. Foto: USA Today.

Ele, durante o intervalo da temporada, ficou em casa cuidando dos três filhos pequenos do casal, enquanto Renata encarava plantões de até 13 horas seguidas no centro de saúde, sete dias por semana. Por essa proximidade com a enfermidade, ela já alertava o marido desde o início de fevereiro: “quero que você use máscara e luvas, Mark. E que também lave as mãos constantemente“.

O árbitro levou a sério as recomendações e pontifica que “retornei para os fundamentos básicos que ensinamos a nossas crianças, como integridade, resiliência, disciplina e serviço. Eu levo muito a sério esse caminho. Escolhi deixar minha família a cada manhã com a esperança de ser útil para ajudar alguém. Isto é algo que ajuda a definir quem somos e o que estamos fazendo nessa vida”.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Um grupo para discutir basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.