A Seleção Brasileira Feminina de Basquete  bateu a Colômbia por 61 a 33. A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo B do Pré-Olímpico das Américas, em Bahía Blanca, na Argentina. No Down Center, as comandadas por José Neto se impôs em quadra para vencer o duelo contra as colombianas, conquistando a primeira vitória da competição.

A Colômbia foi o rival mais complicado do Brasil na FIBA Women’s AmeriCup 2019, em Porto Rico, onde a seleção ficou com a medalha de bronze. O placar esteve sempre próximo e a vitória só veio nos últimos minutos, por 67 x 61. E apesar de a Colômbia vir para Bahía Blanca sem nomes como Arias e Caicedo, venceu a Argentina na estreia do Pré-Olímpico das Américas, 67 a 63.

Diferente do último encontro na AmeriCup, a partida entre as seleções se destacou pelo péssimo aproveitamento dos arremessos de quadra. No primeiro tempo, a Colômbia acertou apenas uma de 20 tentativas (aproveitamento de 5%) e acabou fechando com 21% (11 de 52). O Brasil ficou com 36,5% (23 de 63). 

Em posição favorável, a equipe brasileira enfrenta a Argentina neste domingo pela eliminatória regional das Américas, às 21h (de Brasília), contra a Argentina, com transmissão no Facebook da CBB e YouTube da FIBA. O êxito aproxima a seleção feminina da classificação, o Brasil garante vaga no Pré-Olímpico Mundial mesmo se perder por 16 pontos de diferença para as adversárias. A seletiva para a Olimpíada de Tóquio 2020 será disputada em fevereiro, que tem quatro sedes definidas: China, Sérvia, França e Bélgica.

O jogo – Brasil x Colômbia 

O Brasil iniciou a partida com uma defesa agressiva e boa movimentação no ataque. A grandiosa superioridade técnica se refletiu no placar do primeiro ao último quarto. A equipe brasileira já mostrou que dominaria a partida logo nos primeiros minutos do primeiro quarto, um passeio brasileiro em quadra pelo péssimo desempenho da Colômbia. Apostando no seu forte garrafão, o Brasil tinha Clarissa e Damiris com quatro pontos cada uma.

As duas equipes abusavam das chances perdidas na linha de três pontos, mas o Brasil era mais efetivo nas bandejas e conseguiu esticar o placar para um impressionante 11 a 0. A seleção colombiana anotou os primeiros pontos com dois lances livres seguidos convertidos por Martinez aos 7 minutos de jogo. E da mesma forma, elas também fizeram os outros dois. O primeiro quarto terminou em 13 a 4 para o Brasil. 

No segundo quarto, o domínio se mostrou ainda maior. No proveito da atuação fraquíssima da Colômbia, José Neto promoveu rotação do elenco. Mesmo com o aproveitamento baixo dos arremessos, por volta de 30%, a seleção brasileira se mantinha à frente na casa dos 20 pontos. A Colômbia acertou apenas uma de 20 tentativas de arremesso de quadra no primeiro tempo. A seleção brasileira levou para o vestiário uma vantagem de 22 pontos: 30 a 8.

Na volta do vestiário, o jogo se manteve. O selecionado brasileiro conduzia o jogo, mantendo a posse de bola. Abusaram da marcação, principalmente diante da armadora Manuela Rios, encarregada de armar as jogadas e puxar rápidos contra-ataques. A Colômbia chegou a liderar o terceiro quarto, numa melhora considerável, com três arremessos de quadra convertidos no primeiro minuto. Mas o Brasil, logo tratou de frear a reação colombiana, Damiris assinalou uma cesta de três e acabou com o melhor momento das rivais. Porém, a vantagem não aumentava tanto, porque o aproveitamento brasileiro ainda era baixo, em torno de 35%. Por fim, vitória parcial da Colômbia por 15 a 14, mesmo perdendo no total por 44 a 23.

No último quarto decisivo, o nível técnico seguiu baixo e o Brasil apenas administrou o resultado, conseguindo  controlar os erros do terceiro período, como voltou a abrir o placar, 10 a 17. O Brasil venceu de forma tranquila a Colômbia para se aproximar da vaga no Pré-Olímpico Mundial por 61 a 33.

Destaques do Jogo

As cestinhas da equipe brasileira foram a ala-armadora Patty com dez pontos, ao lado da ala-pivô Damiris que anotou dez pontos e sete rebotes. Clarissa fez cinco pontos, com nove rebotes. Débora anotou apenas três, mas pegou seis rebotes e deu cinco assistências. Tainá fez seis pontos, com dois rebotes e cinco assistências. Rapha fez oito pontos, com seis rebotes. Tati Pacheco fez nove pontos. 

Manuela Rios, armadora da Colômbia, foi a cestinha do jogo com 15.

Após triunfo diante da Colômbia, o Brasil está a um passo da vaga para o Pré-olímpico Mundial
Damiris Dantas, destaque da seleção brasileira.
Foto: CBB/divulgação

Pré-Olímpico das Américas

14 de novembro:

18h30 – Brasil 61 x 76 EUA

21h00 – Colômbia 67 x 63 Argentina

16 de novembro, sábado:

18h30 – Brasil 61 x 33 Colômbia

21h00 – EUA 91 x 34 Argentina

17 de novembro, domingo:

18h30 – EUA x Colômbia

21h00 – Brasil x Argentina

Confira as estatísticas da vitória do Brasil diante da Colômbia: clique aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.