O rápido retorno da NBA foi aprovado pela NBPA, mas há perguntas sem respostas.

Finalmente a NBPA – National Basketball Players Association – aprovou o plano para começar a temporada 2020-21 da NBA, e a data de início será dia 22 de dezembro. É o retorno mais rápido de uma temporada para outra da história das quatro principais ligas esportivas americanas!

Sabemos que cada equipe jogará 72 partidas, em vez da programação tradicional de 82 jogos. Sabemos que o draft será realizado em 18 de novembro. Os treinos serão abertos no dia 1º de dezembro e os playoffs vão de meados de maio até julho. A previsão é que haja um jogo play-in e tudo deve estar concluído antes das Olimpíadas, que estão programadas para começar em 23 de julho em Tóquio.

Mas há muitas coisas que não sabemos. Aqui estão algumas perguntas  sem respostas:

Quais são os protocolos de saúde e segurança?

Em vez de isolar jogadores e funcionários do público em geral, a NBA está agora tentando realizar jogos nas “casas” de suas equipes. Haverá viagens, mas quando se trata de COVID-19 haverá riscos. Os Estados Unidos estabeleceram um novo recorde de casos diários de coronavírus: mais de 121.000. Mais de 53.000 pessoas estão hospitalizadas com COVID-19.

A melhor maneira de a NBA conter o vírus é todas as pessoas envolvidas agirem como se estivessem em uma bolha. Foi informado no The Athletic Report que haverá testes diários, uma política obviamente sensata com base na propagação observada em esportes que tentaram reiniciar sem ele. O Athletic também relatou que alguns jogadores famosos, incluindo Chris Paul e Russel Westbrook, disseram em uma vídeo conferência da NBPA  que queriam ver os protocolos antes da temporada. Westbrook é um dos muitos jogadores que pegou COVID-19 antes do recomeço em Orlando.

Você tem dúvidas sobre a NBA, vem cá que respondemos para você!
Adam Silver está de olho na evolução das pesquisas do Novo Coronavirus. Foto: Divulgação/Getty Images/NBAE

Do ponto de vista da saúde, a bolha foi um sucesso! Logo no início, a liga identificou e isolou aqueles que estavam infectados e, uma vez que os jogos começaram, não houve testes positivos. Todos de dentro da bolha trocaram a liberdade pessoal para completar a temporada em segurança e, embora a liga não possa oferecer um ambiente tão isolado e seguro desta vez, o mesmo comprometimento sustentará as diretrizes e regulamentos.

Quaisquer que sejam os protocolos, eles só serão eficazes se os jogadores adotarem coletivamente. Desta vez, as regras serão muito mais fáceis de quebrar e permanecerão em vigor por muito mais tempo. O maior perigo não está localizado nas quadras e instalações de treino, mas sim onde quer que os jogadores possam ir quando não estiverem na quadra.

Qual é o formato do torneio play-in da NBA?

O play-in é o meio do caminho entre a fase de classificação e os playoffs. Como a temporada foi paralisada de forma abrupta pela pandemia e, para a bolha, só foram os times com chances matemáticas de passar de fase, a NBA entendeu que era injusto eliminar um time por falha no calendário. Por isso definiu que, se o nono colocado tivesse somente um ou duas derrotas a menos que o oitavo, esses dois times jogariam uma repescagem, que ganhou o nome de play-in.

Na bolha, o “torneio” play-in acabou sendo apenas um jogo entre o Memphis Grizzlies e o Portland Trail Blazers. As regras estipulavam que, se o time do oitavo lugar terminasse a temporada regular com quatro jogos ou menos antes do time do nono lugar, esses dois times jogariam pela vaga final do playoff. A equipe nº 9 teve que bater a equipe nº 8 duas vezes para entrar.

A ideia inicial, impulsionada pelo comissário Adam Silver em 2018, era maior: um torneio de quatro equipes determinaria a sétima e a oitava equipes em ambas as conferências. De acordo com a ESPN, é isso que a liga propõe para 2020-21. Em cada conferência, a sétima equipe jogará com a oitava para o 7º lugar. O perdedor daquele jogo jogará então pelo 8º lugar contra o vencedor de um jogo entre a nona e a décima equipe.

Porém, nada disso é oficial ainda, e algumas equipes podem pressionar por um “gatilho de classificação” como a estipulação de quatro jogos ou menos em Orlando.

O Play in da NBA Bubble foi um teste para a temporada 2020/21?
Adam Silver que manter o Play In na temporada 2020/21 e divide opiniões na NBA. Foto: Divulgação/Getty Images/NBAE

E quanto ao NBA All-Star Weekend?

O intervalo do NBA All-Star Weekend não é apenas a série de eventos televisionados. É uma convenção. A liga traz seus patrocinadores corporativos e a mídia de todo o mundo com ela. Isso não é possível em uma pandemia, mas a NBA ainda pode decidir ter um All-Star Game, um torneio de enterrada e até mesmo o Rising Stars Game em Indianápolis, onde estava originalmente programado para acontecer de 12 a 14 de fevereiro.

De acordo com o The Athletic, a liga propôs uma pausa de seis dias para o All-Star no início de março. Mas essa decisão pode ser argumentada e cancelar completamente o evento ou dar aos jogadores uma pausa prolongada no meio da temporada para compensar.

Quais são os números finais para o teto salarial?

As negociações para alterar o acordo coletivo de trabalho não devem terminar até a próxima semana. Essencialmente, toda equipe precisa saber exatamente qual é o teto salarial, pois isso determinará a quantidade de dinheiro que podem gastar com Free Agent por exemplo.

Pela fórmula normal, que é calculada com base na “renda relacionada ao basquete” total da liga, o teto salarial cairia de US$ 109 milhões para cerca de US$ 90 milhões, de acordo com a ESPN. Porém, o acordo entre a associação de jogadores e a liga fixou o teto em US$ 109.140 milhões.

Agora é possível preditar o futuro dos times da NBA na Free Agency
Com as definições de teto salarial e datas importantes, o fã pode especular sobre o futuro de suas franquias. Foto: USA TODAY Sports

E sobre os fãs?

Não têm absolutamente nenhum indício de que a COVID estará sob controle até o início dos jogos e aglomerações nas arenas serão inviáveis.

Mas, de acordo com o Adam Silver, poderá haver alguns fãs nas arenas:

“Temos pesquisado e testado intensamente todos os tipos de testes de COVID no setor público e privado”, disse o comissário ao San Francisco Chronicle.

“Houve avanços significativos nos testes rápidos desde o início do COVID-19. Estamos bastante otimistas de que o mercado irá gerar mais e melhores formas de testes mais rápidos. Pode haver oportunidades no contexto de uma arena, existe um modelo econômico que permite isso.”

Mas, quanto custará comprar um teste rápido e um ingresso? Quantos ingressos as equipes poderão vender? Quais serão as políticas de distanciamento e mascaramento social dentro dessas arenas? A situação provavelmente variará de franquia para franquia e mudará ao longo da temporada.

Ficaremos de olho.

E quanto ao Toronto?

Os Raptors querem jogar em casa na Scotiabank Arena, mas têm uma fronteira e tanto para enfrentar. Do jeito que as coisas estão, os visitantes do Canadá devem ficar em quarentena por 14 dias após a chegada aos Estados Unidos. É por isso que os Blue Jays se mudaram temporariamente para Buffalo.

Buffalo também quer os Raptors e eles têm concorrência em Newark e Kansas City.

 Um programa piloto em Calgary, entretanto, pode ser um modelo a ser seguido por Toronto. Desde segunda-feira, 2 de novembro, os viajantes internacionais que chegam ao Aeroporto Internacional de Calgary substituíram os testes pela quarentena estendida. Do mesmo jeito, os Raptors poderiam evitar a realocação, mas não há muito tempo para resolver isso.

OKC sem técnico. O Chris Paul pode comandar o elenco sem problemas.
Qual o futuro do Oklahoma City Thunder?! Bom, ninguém sabe. Foto: Zach Beeker/NBAE via Getty Images.

Quem vai treinar o Thunder?

Não faço ideia!

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.