De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
NBB CAIXA - Bauru e Paulistano decidem título neste sábado
Palco do Jogo 3, Gigantão será a casa da decisão da temporada 2016/2017.
Foto: Fotojump/LNB.

O NBB CAIXA 2016/2017 terá seu último ato neste sábado, dia 17 de junho e um novo campeão será conhecido. Empatados em 2 a 2 na série final, Gocil/Bauru Basket e Paulistano/Corpore decidirão o título da temporada, às 14h30, no Ginásio Gigantão, em Araraquara – SP. Band e SporTV transmitem o confronto ao vivo.

Depois de o Paulistano vencer as duas primeiras partidas das Finais, o Bauru venceu os Jogos 3 e 4 e forçou a realização do duelo de desempate. Por ter feito melhor campanha na fase de classificação, o time do interior do Estado de São Paulo será mandante neste sábado e atuará mais uma vez no Gigantão.

NBB CAIXA - Bauru e Paulistano decidem título neste sábado
Finais do NBB CAIXA serão definidas no Jogo 5 pela quarta vez na história.
Foto: Fotojump/LNB.

Disputada em uma melhor de cinco jogos pela quinta vez na história, as Finais do NBB CAIXA terão Jogo 5 pela quarta vez – as outras foram nas temporadas 2008/09, onde o flamengo ganhou de Flamengo 3 x 2 Brasília, em 2009/10 o Brasília teve sua revanche contra o Flamengo e em 2015/16 o Bauru estava em sua primeira final, mas o Flamengo levou a melhor, em todas as partidas o time mandante levou a melhor.

“O trabalho feito durante toda a temporada nos colocou nessa condição. Estamos em um bom momento bom na série, mas isso não entra em quadra. Uma decisão em Jogo 5 leva os nervos à flor da pele e temos que saber lidar com isso. Nossa equipe é muito experiente e está muito confiante para sair vitoriosa amanhã”, disse o pivô bauruense Shilton.

Finalista pela segunda vez na história no NBB CAIXA, o Paulistano disputou dois Jogos 5 em sua caminhada até a decisão. Nas oitavas, contra o Solar Cearense, em casa, e nas quartas, diante do Franca, como visitante, o clube da capital paulista venceu a quinta e última partida para seguir vivo na competição.

“Não existe segredo para um Jogo 5 e você não pode querer fazer algo que você não fez ao longo da temporada. Nos outros Jogos 5 que vencemos nesta temporada usamos uma estratégia de jopgar a pressão para o outro lado, com uma defesa por zona, mas Bauru é uma equipe com grandes jogadores e que não nos permite fazer isso”, analisou o técnico Gustavo De Conti.

“Temos que ter o ‘feeling’ de algum detalhe que possa ser mudado em relação aos quatro últimos jogos para tentar surpreender o adversário”, completou o treinador, que nunca perdeu um Jogo 5 na história do NBB CAIXA, com cinco vitórias em cinco partidas decisivas.

Já o Bauru, que chega às Finais pela terceira vez consecutiva, teve a experiência de disputar o Jogo 5 nas semifinais, contra o EC Pinheiros. Na ocasião, a equipe do interior viu os rivais abrirem 2 a 0 de frente, em cenário idêntico ao das Finais, mas venceu três partidas seguidas e conquistou a classificação à decisão.

“Temos que ter uma defesa agressiva. A comunicação entre nós tem que estar afiada, todos sabendo do seu funcionamendo defensivo. Foi a defesa que nos trouxe para o quinto jogo. Então é focar no trabalho que a comissão passar e desempenhar da melhor maneira possível”, apontou o ala Alex Garcia, ao lembrar que o Bauru tem a melhor defesa da competição, com média de 75,7 pontos sofridos por partida.

NBB CAIXA - Bauru e Paulistano decidem título neste sábado
Quem sair vitorioso será campeão do NBB CAIXA pela 1ª vez na história.
Foto: Fotojump/LNB.

Cestinha do Paulistano nas Finais, com média de 11,7 pontos por jogo, o ala Lucas Dias é dúvida para a partida. O jogador sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo no Jogo 4 e teve uma leve lesão diagnosticada. Após tratamento intensivo durante toda a semana, o jogador será testado nos vestiários antes da decisão para saber se entrará em quadra.

Em sua nona edição, o NBB CAIXA terá um campeão inédito. Isso porque Flamengo, dono de cinco títulos, e Brasília, tricampeão entre 2010 e 2012, foram as únicas equipes a subirem no lugar mais alto do pódio nas oito primeiras temporadas da competição.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: