De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.

Bom dia!
Galera, hoje dia 13 de Dezembro.
Eu apresento meu TCC, na UNIÍTALO – Centro Universitário Ítalo Brasileiro.
E como havia prometido posto aqui um texto sobre meu TCC.

Para ficar mais fácil de entender e menos chato, vou transcrever minha apresentação aqui.

Eu vou Falar sobre Basquetebol – Métodos e Estratégias Defensivas de Alto-Rendimento.
Orientado pelo Professor Vitor Tessutti.

Meu primeiro Técnico de Basquetebol, em uma de suas aulas me disse que o basquetebol é jogado através do erro do adversário.
Então, refletindo sobre isso, cheguei a duas situações hipotéticas.
A Primeira, seria se acontece-se uma partida entre os dois melhores ataques de um determinado campeonato.
Com os mesmo índices ofensivos, nesse caso ganharia a equipe que tivesse a melhor estratégia ofensiva, para aproveitar o tempo de jogo.
Já que após cada cesta convertida à bola volta para a equipe adversária.

A Segunda, seria se acontece-se uma partida entre o melhor ataque contra a melhor defesa.
Ganharia nesse caso a melhor defesa já que nesse caso, a melhor defesa levaria o melhor ataque a cometer erros.

Refletindo sobre isso cheguei a um conjunto de respostas que inicialmente pareciam simples de se obter resposta.
Porém uma em especial foi à grande motivadora desse trabalho que é: Quais fatores influenciam na eficácia das estratégias defensivas?
Que por sua vez me levou a quais momentos em que o sistema tático sofre alterações e como o técnico chega a suas decisões dentro de uma partida.

Pensando ainda sobre Defesa x Ataque, Brandão, Janeira e Sampaio (2002) dizem que a eficácia defensiva é ligada tanto a jogos equilibrados quanto a jogos desequilibrados. Sendo os jogos equilibrados, jogos com diferença de pontos menores ou iguais a 10 pontos e jogos desequilibrados, partidas com diferenças maiores a 24 pontos.
De Rose Jr. (2002) aponta que os mandantes vitoriosos tem maior eficácia nos rebotes defensivos por isso apresentam maior volume de jogo, ou seja, recuperou a bola a equipe pode atacar novamente.

Mas qual o objetivo da defesa?!
O Objetivo da defesa é dificultar ou impedir que a equipe adversária construa as suas ações ofensivas, ou seja, que ela arremesse, finte drible ou efetue passes das suas áreas de conforto, ou de maior probabilidade de acerto (Peres, Acesso 2011).
Tendo então como fatores determinantes para uma boa defesa:
Motivação
Agressividade
Determinação
Condicionamento Físico.
(Munõz, Acesso 2011; Peres, Acesso 2011; Marques, 2007)

O Condicionamento Físico, sendo talvez o fator mais importante, já que uma boa defesa pede um bom condicionamento físico.

Quando abordadas as situações defensivas, Reis (2009) afirma que da mesma forma que se é possível ensinar a atacar no basquetebol é possível se ensinar a defender.
Hoje em dia quando um técnico vai ensinar uma determinada equipe a defender, ele ensina no mesmo momento que está ensinando a atacar e ainda assim o técnico ensina para poder ensinar determinada estratégia ofensiva contra aquele sistema e não ao contrário.
É possível se ensinar a defender através de:
Situações em Grupos, que são os jogos de 2×2, 3×3, 4×4.
Desvantagem numérica, nesse caso a equipe que está defendendo está em desvantagem em número de jogadores em relação ao ataque.
Vantagem numérica, situação contrária.
e Situações Coletivas, que são os jogos de 5×5
Isso segundo (DE ROSE JR; TRICOLI, 2005 apud MAGILL, 1984; OLIVEIRA; PAES, 2004; ALMEIDA, 1999)

Sobre os métodos defensivos
Oliveira (2002) diz que os sistemas defensivos do basquetebol são divididos em zona, individual e mista.
Já Reis (2009) separa os sistemas em zona e individual
Ferreira e De Rose Jr. (2010) citam outros sistemas defensivos, porém citam os individuais e os zona como sendo os principais.
Paes, Montagner e Ferreira (2009), separam os sistemas defensivos como sendo sistemas defensivos individuais, sistemas defensivos por zona, sistemas defensivos combinados e sistemas defensivos pressão.
Todos os sistemas baseados no principio da imprevisibilidade, que diz que nenhuma ação no basquetebol se repete e também nos três alvos do basquetebol, a cesta, a bola e o jogador atacante.

Os sistemas defensivos são ações táticas que visam um melhor rendimento defensivo (FERREIRA; DE ROSE JR, 2010).
Todos os sistemas defensivos articulam-se entre si.

Sendo que os sistemas defensivos são divididos em:
Sistemas Defensivos Individuais
Sistemas Defensivos Zona
Sistemas Defensivos Combinados
Sistemas Defensivos Pressão
(PAES; MONTAGNER; FERREIRA, 2009)

Os sistemas defensivos individuais segundo Ferreira e De Rose Jr. (2010) são sistemas caracterizados por situações de 1×1.
São divididos em:
Sistema defensivo individual simples
Sistema defensivo individual com flutuação
Sistema defensivo individual com troca de marcação
Sistema defensivo individual em linha de passe ou antecipação
Sistema defensivo individual com ajuda
Sistema defensivo individual com visão orientada
Sistema defensivo individual com dobra

Os sistemas defensivos zona, tem por características, ações onde cada jogador defensor, defende determinado local dentro da quadra.
Sendo que a leitura desse sistema é feita em linhas imaginárias onde a primeira linha é dos jogadores mais afastado para a ultima linha com os jogadores mais próximos a cesta.

Por sua vez são divididos em:
2:3
1:3:1
1:2:2
3:2
2:1:2
2:2:1
1:1:3
1:2:1:1

Os sistemas defensivos combinados tem como característica a junção de dois tipos de sistemas os individuais e por zona.
Os sistemas defensivos Combinados são divididos em:
Box-One – Um jogador marca individualmente 4 em zona
Diamond-One – Um jogador marca individualmente 4 em zona, em uma formação diferente do Box-One
Triangulo-Dois – Dois jogadores Marcam individualmente e 3 em zona formando um triangulo defensivo
Três Individual-dois em zona – Três marcam individualmente dois em zona, esses dois formando uma linha defensiva.
Match-Up – Esse ultimo sistema combinado, tem por característica a junção de dois sistemas, sendo que eles se articulam dependendo das ações ofensivas do adversário.

O ultimo grupo são os sistemas defensivos com pressão.
Esse sistema tem como característica as situações de superioridade numérica e a tentativa de armar as traps.
Que são as armadilhas dentro do basquetebol, nesses sistema os jogadores usam os cantos da quadra, de forma a tentar encurralar o adversário para que ele tenha uma menor chance de concluir sua ação ofensiva.

Os sistemas defensivos com pressão são divididos em:
Sistemas Defensivos com Pressão Individual
Sistemas Defensivos com Pressão Zona

Quanto a variações defensivas, elas podem acontecer devido a diversos fatores, desde os tipos de marcações empregados em determinados sistemas até diferença de placar, entrada ou saída de jogadores que podem desequilibras a partida para ambos os lados.
Hoje em dia no basquetebol é impossível afirmar que existe um momento para cada sistema defensivo da mesma forma que é impossível afirmar que existe um sistema defensivo puro, sem características de outros sistemas defensivos.

Porém qual o sistema mais utilizado?!
Josgrilberg (2008), fez uma pesquisa com 52 técnicos das categorias de base do Rio de Janeiro e apurou que 84,62% dos técnicos ensinam os seus atletas a utilizarem somente os sistemas defensivos individuais e suas variações.
De Rose Jr. (2002), em pesquisa feita sobre os equipes mandantes e visitante, apurou que as equipes tem um volume maior de arremessos de curta distância, assim remetendo também aos sistemas defensivos individuais, já que nesses sistemas o volume de jogadas individuais para arremessos de curta distância aumenta.

Ainda assim na Literatura do Esporte, não é possível identificar quais são os sistemas mais utilizados, mas os mais citados são:
2:1:2, 1:3:1, 1.2.2, 2.2.1

Quando um técnico ele pretende elaborar suas estratégias defensivas.
Ele conta com analises das equipes adversárias.
Através de Scoutings e Estatísticas.
As Estatísticas apontam índices de determinada partida
Já os Scoutings buscam apresentar as características de determinada equipe.

Chegando então as estratégias e táticas defensivas.
Que não são sino mios
As estratégias são conceitos que são elaborados previamente, já as táticas são adaptações do que foi previsto.

As estratégias defensivas são elaboradas pela comissão técnica em conjunto com os jogadores.
Tendo em vista os princípios defensivos do basquetebol.
Para então chegar a Elaboração estratégica, sendo levados em consideração:
As Capacidades Motoras (Técnica)
As Capacidades Cognitivas (Tática)
E a Analise do Adversário (Ação do Jogo)

Esse estudo buscou identificar quais fatores influenciam a eficácia das
estratégias defensivas, identificando quais as variações defensivas, opções de
sistemas e posicionamentos técnicos e táticos e tipos de estratégias defensivas mais
utilizadas hoje em dia.
Com a evolução do basquetebol, concluiu-se que hoje em dia não existe
momentos distintos em que os sistemas defensivos começam e terminam, muito
menos é possível afirmar que hoje em dia exista um sistema defensivo puro, ou seja,
sem a influência de nenhum outro sistema defensivo.
Porém para um aprofundamento no tema se faz necessário uma pesquisa de campo.

Depois da correção final posto o meu trabalho aqui também.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

SOBRE O AUTOR

Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação.

CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

7 resenhas

  1. Parabens mano ficou muitooo bom….vc é foda…
    keria muito ter ido ver sua apresentaçao mas infelizmente qdo vi ja tinha ido…
    mas o mais importante é q vc arrebentou mano parabens vc merece e mais uma coisa….
    vc esta intimado a comparecer na apresentaçao do meu tcc em junho/2012 hein…
    só te dou o tenis de basket se vc comparecer…hahha
    abraço mano td de bom e parabens denovo hein ficou muito bom….

    1. Opa!

      Irei comparecer sim!
      Pode deixar!

      Sentarei na primeira fileira e depois quero um autografo. ^^

      Valeu Mann…
      Vale muito para mim ler isso.
      Relaxa que você vai me ver falando sobre basquetebol e garanto que muitas vezes.

      Abração!

Deixe uma resposta

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: